Piscina Salgada

Perguntas frequentes

Posso usar ÁGUA DO MAR direto na piscina?

SIM, pois o princípio ativo do equipamento depende única e exclusivamente da salinidade da água, independendo dos demais elementos que virão agregados a esta água, como exemplo algas marinhas, estas que não resistem à ação do bactericida produzido continuamente pelo equipamento e ainda sendo esta uma excelente alternativa às cidades litorâneas preservando assim nossa água potável para outros fins seguindo às atuais éticas de correto consumo e preservação da água.

No inverno a piscina fica coberta com uma lona e sem filtragem. Com este aparelho, como ficará a água quando ocorrer a retirada da cobertura perto do verão?

Este é um caso que ocorre principalmente nos estados do sul do Brasil em que se tem um inverno mais rígido. O trabalho de manutenção contínua ocorre mesmo que esteja coberta e sem tratamento humano, pois o equipamento é que trata a água, ou seja, quando se retira a cobertura de proteção, a água estará limpa, e claro, o que é mais importante, livre de algas ou germes, necessitando, se for o caso, de aspiração do fundo para retirada dos materiais sólidos decantados, este que é procedimento normal para qualquer piscina.

O equipamento auxilia no combate à DENGUE?

SIM, é uma alternativa aos métodos convencionais de tratamento de piscinas residências ou públicas, espelhos d’água e lagos artificiais presentes nas cidades, com o intuito de manter saneadas as águas e com isso prevenir a ploriferação de vírus causadores das mais diversas doenças. Reduz substancialmente o tempo e os custos com manutenção de piscinas e conservação de espelhos d’água públicos e ainda mantendo-os livre da ocorrência de procriação de larvas de mosquito, como por exemplo o Aedes Aegypti ou Aedes Albopictus, transmissores do vírus Flaviviridae causador da dengue.

Qual a SALINIDADE necessária à água e como calcular a quantidade de sal?

A salinidade necessária para o funcionamento é 10 vezes menor que a do mar ou 4 vezes menos que a da lágrima, obtida através da adição de sal grosso moído sem iodo, sendo a salinidade de critério do usuário, a mais ou a menos, sem prejuízo ao correto funcionamento . Para cálculo da quantidade de sal deverá ser usada a proporção de no mínimo 25kg de sal para cada 5.000 litros de água.

Qual o custo de eletricidade do equipamento ?

Uma unidade trabalha em média,dependendo das condições de uso, com um custo de R$ 100,00 por ano de energia elétrica.